BRINCANDO COM AS LETRAS.

A quinta-feira pra" mim!
é um dia de sofrimento
pois era sempre há quinta.
Que tinha um bom momento.
II
Era o dia que falava
sempre com a minha Mãe,
desde que ela faltou.
Pouco falo com alguém.
II
Como já não a tenho
aos poucos vou escrevendo,
vou deixando meu sentimento.
Para passar o sofrimento.
Há certas coisas na vida!
que não se pode esquecer,
ofender e inventar.
Sem nunca se cometer.
II
São coisas que nunca passa
e não se pode esquecer
elas não mata mas mói.
Só Deus pode saber.
III
Dizem que com tempo passa
e tudo pode curar,
mas há coisas nesta vida.
Que nem Deus pode curar.
felizarda.
Quem disse que eu voltaria!
há Terra onde nasci,
onde já não tenho Pai.
E onde Mãe já perdi.
II
Quando sentada na areia
me punha a recordar
um dia quando sai-se .
Se um dia iria voltar.
III
E aqui sentada estou
novamente a recordar,
a pensar nessa areia.
Que jamais irei pisar .
IV
Cada concha que apanhei,
tudo me vinha há lembrança
umas boas , outras más.
Outras cheias de esperança.
felizarda.
As praias da Caparica!
são grandes de bom tamanho
só o defeito que têm.
ter muita gente no banho.
II
Ter muita gente no banho
ter muita gente sem conta,
muitas vezes até parece.
Sardinha entrando na lota.
III
Tenho muitas praias aqui
aqui na zona onde vivo
mas nesta altura do verão.
Encontrar lugar é castigo.

A Família temos por obrigação,e os amigos os escolho.
Brincos.
Os brincos da minha Mãe!
eram em forma de Rosa,
quando ela colocava.
Ficava bela e formosa.
II
Só usava os seus brincos,
em dias especias
como ir alguma Missa.
Ou ir aos Arraias.
III
Não podia sair muito,
pois era muito ocupada,
tinha filhos para criar
Mas não lhe faltava nada.

Saudade da minha Mãe que me faz rimar.
Eu não tinha este rosto!
muito calmo , muito triste
meus olhos estão vazios.
Pois não foi assim que me viste.

Não tinha as mãos , sem força
nem nenhum cabelo branco,
menos choro e ,menos pranto.
Pois se foi o meu encanto.
f.d.f.
Nunca tive paciência!
nunca tive nem quero ter
para aturar disparates.
De gente que não sabe ver
II
Cada um diz o que pensa
cada um diz o que quer
mas quando chega a ofensa.
Quem paga é sempre a mulher.
III
Quem paga é sempre a mulher
porque o homem é criança
em vez de crescer juízo.
O que lhe cresce é a pança.
f.d.f.


Sou caminhante , que a vida me ensinou,
que não posso olhar para trás.
felizarda.
Nunca  dominei o mundo,
sempre tentei lutar
sempre tentei aprender.
Para me poder defender.
**
Deixa que o teu cabelo!
faça uma linda madeixa,
para que fiques bonita.
Assim o amor não te deixa.


Em versos , e melodias!
ninguém se pode meter
pois são coisas que acontece.
Que não dá para perceber.
***
Não avalies a tua vida pelo
que realizaste , por trivial
ou grandioso que seja...
Em vez disso , acorda e vive
em pleno tudo o que
encontras pelo caminho.
Aprecia  as flores que lá estão
para teu deleite .Cantos ao
nascer do sol , as crianças,
risos , a chuva , os pássaros.
Bebe tudo isso... Não há
caminho para a felicidade.
A felicidade é o caminho.
 A minha Mãe , sempre disse!
                           não brinca com sentimentos,
                           com sentimentos de alguém,
                           só que ela nunca disse.
                           Brincam com os teus também.

                           Que brincavam , com os meus,
                            com os meus e mais alguém,
                            mas cuidado com brincar.
                            Que os seus caminho , vêm.
Amar é olhar para dentro de sim mesmo...
e dizer eu quero é viver intensamente e sonhar...
e se perder no meio de tantos sonhos...
é estar presente até na ausência...
é vencer através do silêncio...
amar é ser adulto e criança ao mesmo tempo...
é viver a vida em versos...
a maior e mais emocionante experiência humana...
amar é ter o sol...
e querer apenas uma estrela...
é ter o mar e querer apenas uma gota de água...
é ter o mundo e querer apenas você!!!

Vou ver se agora arranjo!
versos do meu coração,
porque está muito , triste.
E  não têm consolação.
***
E não têm consolação
nem paz , e nem amor,
vou agora arranjar.
Versos com a minha dor.
felizarda.d.f. 



                          

Sem comentários:

Enviar um comentário

Queridos amigos podeis fazer vossos comentários.